Você está em: Notícias»Câmara aprova quebra de urgência para projeto que cria cargo de diretor na Secretaria de Saúde

Câmara aprova quebra de urgência para projeto que cria cargo de diretor na Secretaria de Saúde

Câmara aprova quebra de urgência para projeto que cria cargo de diretor na Secretaria de Saúde
Os vereadores aprovaram nesta terça-feira (5) a quebra do regime de urgência para o Projeto de Lei Complementar (PLC) 7/2018, do Executivo, que cria o cargo comissionado de diretor técnico em saúde no quadro funcional da Secretaria de Saúde. A solicitação foi apresentada pelo presidente da Câmara, Dr. Silvio Cleffi (PSC), juntamente com quatro vereadores. Segundo os autores do requerimento 73/2018, a matéria necessita de melhor estudo, sendo inviável seu exame no prazo previsto para conclusão de projetos nesse tipo de regime. “Nós precisamos discutir com o governo e os vereadores em que situação será criado esse cargo. Porque um cargo comissionado vai significar um custo em torno de R$ 130 mil ao ano, mas um cargo efetivo também vai ter um gasto relativo”, explica Dr. Silvio. Conforme o PLC, o novo diretor receberá salário de R$ 6.918,73, com carga horária de 20h. No caso de jornada de trabalho mais curta - 10h semanais, o pagamento será proporcional. Justificativa A Prefeitura informou que a necessidade de contratação do profissional foi constatada após uma vistoria realizada em maio pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) na Secretaria de Saúde. “Ele fará a interlocução entre o corpo clínico e os demais setores envolvidos na prestação dos serviços públicos de saúde”, afirma o prefeito municipal.


© 2018 - Desenvolvido por Lancer