Você está em: Notícias»Convênio entre Estado e União permitirá estudo das áreas de risco do Sertão Verde

Convênio entre Estado e União permitirá estudo das áreas de risco do Sertão Verde

Convênio entre Estado e União permitirá estudo das áreas de risco do Sertão Verde
Na quarta-feira (9), os vereadores Cícero Giovane Amaro (PSD), Francisco Solano Anhaia (PMDB) e José Ademir de Moura (PSC), acompanhados do coordenador da Defesa Civil de Gaspar, Rafael Araújo de Freitas e o presidente da Associação de Moradores do Sertão Verde, Oziel Morais, estiveram reunidos na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, com o deputado estadual Milton Hobus e o diretor de respostas aos desastres da Defesa Civil do Estado, Anderson Luis Ciotta, para discutir as áreas interditadas da Localidade do Sertão Verde. A reunião foi agendada por Amaro. Ela é uma das ações tomadas ao fim da audiência pública de julho, que debateu a possibilidade de desinterdição da região. Hobus informou que está sendo firmado um convênio entre a Defesa Civil Estadual e a da União, que vai permitir o envio de geólogos do CPRM – Serviço de Geologia do Brasil – para a elaboração de estudos e laudos das áreas de risco de todas as cidades catarinenses. Com a formalização da parceria, os profissionais poderão examinar minuciosamente a situação do Sertão Verde. "Temos certeza que a parceria entre as Defesas Civis do Estado e a de Gaspar produzirá dados suficientes que, por meio de novos levantamentos na Localidade, possibilitará a tomada segura de decisões aqui na cidade a respeito das áreas interditadas", frisou Amaro. Sobre a novidade, Anhaia declarou que "a missão da desinterdição já começa a ter seus resultados positivos". O assunto será tratado novamente com o deputado no 2° Seminário Regional de Proteção e Defesa Civil, em 1° de setembro, no auditório da AMMVI em Blumenau. Moura complementou "não iremos desistir até alcançar nossos objetivos, um grande passo foi dado, e tenho certeza de que, com o apoio que recebemos nesta reunião, juntamente com o empenho de todos os envolvidos, em breve, teremos novidades”. Freitas também solicitou a Hobus o apoio a outras demandas como dois kits transposição (pontes) nos Bairros Belchior Alto e Gaspar Alto, além de casas modulares para famílias que vivem em áreas de alto e altíssimo risco.


© 2017 - Desenvolvido por Lancer